sexta-feira, 30 de junho de 2017

Assim é o amor (Enlaces Disticus)



O amor nada teme, tudo suporta,
E a forma de amar não importa.
O amor acomoda todas as inquietudes,
E a sensação de amar, é de completude.
Quando a gente ama tudo se renova,•.
Quem verdadeiramente ama nada reprova.•.
Não há amargura que o amor não acabe.
E até as dores das recidivas, lhe cabe.
Não lhe abate as inevitáveis desilusões,
E não reluta às novas e loucas emoções.

O amor quando num coração aporta,

A’ lma triste logo se reconforta...


3 comentários:

  1. Simplesmente maravilhosos e verdadeiros versos; num perfeito enlace de amor. AMEI. Parabéns pelo belíssimo enlaces disticus, querida Diná! Grata!

    ResponderExcluir
  2. Quando estava mais efetivo no Recanto das Letras gostava de experimentar as novas estruturas, como o Mindim, Medianeiro etc.
    Ficou bonito amiga o seu.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Amiga, fiz uma postagem no blog falando da poesia moderna. Postei uma sua, desculpe não falar antes, espero que goste.

    ResponderExcluir